Publicidade

Correio Braziliense

EUA alertam aliados para os riscos de segurança do grupo chinês Huawei

A Huawei, uma das maiores fornecedoras de equipamentos e serviços de telecomunicações no mundo, é objeto de preocupação de alguns países, incluindo Estados Unidos e Austrália, por seus supostos vínculos com o governo de Pequim


postado em 23/11/2018 12:51

(foto: WANG ZHAO / AFP)
(foto: WANG ZHAO / AFP)
 
Washington, Estados Unidos - O governo dos Estados Unidos iniciou uma campanha para dissuadir as empresas de telecomunicações em países aliados de usar equipamentos fabricados pelo grupo chinês Huawei, citando a possibilidade de permitir a Pequim acesso a informação sensível, informa o Wall Street Journal.

A campanha, também destinada a autoridades governamentais, foi lançada em países aliados onde os equipamentos da Huawei têm amplo uso, como Alemanha, Itália e Japão, indica o jornal. De acordo com as fontes ouvidas pelo WSJ, Washington  também considera destinar mais ajuda financeira para a indústria de telecomunicações em países que evitam usar equipamentos chineses.

A Huawei, uma das maiores fornecedoras de equipamentos e serviços de telecomunicações no mundo, é objeto de preocupação de alguns países, incluindo Estados Unidos e Austrália, por seus supostos vínculos com o governo de Pequim.

Mas a empresa nega as acusações de que representa um risco de segurança e está ligada aos serviços de inteligência chineses.

Uma preocupação de Washington é o uso de equipamentos de telecomunicação chineses em países com bases militares americanas, como Alemanha, Itália e Japão, informou o jornal.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade