Publicidade

Correio Braziliense

França assegura que matou 30 'terroristas' em operação no Mali

A operação ocorreu na região de Mopti e contou com a intervenção da Força Aérea, com aviões Mirage 2000, helicópteros Tigre e drones


postado em 23/11/2018 19:05

A ministra da Defesa, Florence Parly, saudou
A ministra da Defesa, Florence Parly, saudou "uma ação de grande envergadura, complexa e ousada" (foto: AFP)
 
Paris, França - O Exército francês realizou uma operação no centro do Mali na noite de quinta para sexta-feira que acabou com cerca de 30 "terroristas fora de combate", anunciou o Estado-Maior em um comunicado.

A ministra da Defesa, Florence Parly, saudou "uma ação de grande envergadura, complexa e ousada, o que permitiu neutralizar um grande destacamento terrorista, no qual provavelmente se encontrava Hamadoun Kuffaum, um dos principais adjuntos de Iyad Ag Ghaly, chefe da Katiba Macina". A Katiba Macina é um dos grupos extremistas ligados à Al-Qaeda. 

A operação ocorreu na região de Mopti e contou com a intervenção da Força Aérea, com aviões Mirage 2000, helicópteros Tigre e drones. 

O ataque "desfere um sério golpe em uma organização terrorista particularmente brutal", acrescentou a ministra.

"O enfraquecimento dos grupos terroristas é essencial para o retorno dos serviços públicos, o acesso à educação e a gradual normalização da vida cotidiana", explicou.

A região de Mopti, no centro do Mali, tem sido progressivamente infiltrada por grupos extremistas, que foram derrotados pelo Exército francês na operação Serval em janeiro de 2013, mas se retirou para a imensidão do deserto de Sahel.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade