Publicidade

Correio Braziliense

Selfie gera falso alarme de terrorismo em avião na Índia

Segundo informações da polícia da Índia um jovem foi interrogado pelas forças de segurança, após publicar uma selfie no Snapchat com a palavra "terrorista"


postado em 27/11/2018 09:11

(foto: AFP/Arquivos)
(foto: AFP/Arquivos)

 alcutá, Índia - Um passageiro foi obrigado a desembarcar de um avião indiano para ser interrogado pelas forças de segurança, após publicar uma selfie no Snapchat com a palavra "terrorista" - informou a Polícia indiana nesta terça-feira (27/11).

 

Na segunda-feira (26/11), Yogvedant Poddar, de 21 anos, foi obrigado a descer de um voo Calcutá-Mumbai da companhia Jet Airways, antes da decolagem. Um passageiro sentado atrás dele o denunciou depois de vê-lo enviando uma foto para o Snapchat, de seu celular. Nela, aparecia com o rosto meio coberto por um lenço, com a seguinte legenda: "Terrorista a bordo, arraso os corações das mulheres".

 

O jovem foi interrogado por quase dez horas pelos serviços de segurança e, depois, solto sem acusações. "Nós o interrogamos de maneira exaustiva. Não encontramos nenhum vínculo com movimentos terroristas. Era uma mensagem destinada exclusivamente a seus amigos e que não tinha a intenção de ameaçar", disse à AFP Avvaru Ravindranath, da Polícia de Calcutá.

 

Em um comunicado, a empresa Jet Airways declarou que um passageiro teve de descer de um de seus aviões "por motivos de segurança".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade