Publicidade

Correio Braziliense

Rússia pretende instalar novo sistema antiaéreo na Crimeia

No domingo passado, houve um confronto entre a guarda costeira russa e três navios ucranianos que tentavam chegar ao Mar de Azov através do estreito de Kerch, controlado pela Rússia


postado em 28/11/2018 10:50

(foto: -- / Kerch Info / AFP)
(foto: -- / Kerch Info / AFP)
 
Moscou, Rússia - A Rússia pretende instalar um novo sistema de mísseis antiaéreo S-400 na Crimeia, a península anexada em 2014 e sob tensão desde domingo (25/11).

"Num futuro próximo, o sistema de mísseis antiaéreos será colocado em posição de combate para proteger o espaço aéreo da federação russa", declarou o coronel Vadim Astafiev, porta-voz do distrito militar do sul da Rússia, segundo a agência de notícias Interfax.

De acordo com a agência de notícias Ria Novosti, a instalação estará pronta antes do final do ano. Três sistemas S-400 já estão em serviço na Crimeia. O S-400 alcança 400 km e é o mais moderno sistema de defesa antiaérea da Rússia. Foi vendido para a Índia, mas também para a Turquia, o que causou desconforto entre os aliados de Ancara na Otan.

No domingo passado, houve um confronto entre a guarda costeira russa e três navios ucranianos que tentavam chegar ao Mar de Azov através do estreito de Kerch, controlado pela Rússia.

A Rússia capturou os navios e seus 24 marinheiros foram presos, incluindo três feridos. É o primeiro confronto armado entre a Ucrânia e a Rússia desde a anexação da Crimeia em março de 2014.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade