Publicidade

Correio Braziliense

Berço francês do perfume é declarado Patrimônio da Humanidade

Dinâmica desde a Idade Média, a cidade de Grasse começou a desenvolver a perfumaria no século XVI em torno de seus curtumes que exigiam matérias-primas aromáticas para preparar peles e luvas


postado em 28/11/2018 12:50

(foto: Arquivos/ France.fr)
(foto: Arquivos/ France.fr)
 
Paris, França - As técnicas de perfumaria da cidade francesa de Grasse, berço mundial do perfume, foram declaradas nesta quarta-feira (28/11) como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade em uma reunião do comitê da Unesco, anunciou a organização.

Dinâmica desde a Idade Média, Grasse (sudeste) começou a praticar perfumaria desde o século XVI em torno de seus curtumes que exigiam matérias-primas aromáticas para preparar peles e luvas.

A indústria da perfumaria continua sendo um peso-pesado do ponto de vista econômico, já que as empresas da região representam 10% do faturamento mundial em fragrâncias e aromas.

Esta candidatura contou com o apoio de outros países como Índia, China, Argentina e Japão, cuja produção das fábricas de perfumes depende da preservação dos conhecimentos e técnicas de Grasse.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade