Publicidade

Correio Braziliense

Trump encerrará o Nafta antes de votar novo pacto assinado com Canadá e México

Na avaliação de Trump, a expectativa é de poucos obstáculos à aprovação do novo acordo nos EUA


postado em 02/12/2018 15:04 / atualizado em 02/12/2018 15:03

(foto: AFP/Saul Loeb )
(foto: AFP/Saul Loeb )
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou em conversa com a imprensa durante voo do Air Force One na noite de ontem, após o encerramento da Cúpula do G-20, em Buenos Aires, que irá formalmente notificar o Congresso sobre a rescisão do Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta, na sigla em inglês) em um "futuro próximo".

Seu encerramento, sugeriu Trump, deve deixar o Congresso com duas opções: escolher entre a versão revisada do Acordo Estados Unidos-México-Canadá (USMCA, na sigla em inglês), assinada com o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, e o presidente do México, Enrique Peña Nieto, durante o G-20 ou o retorno de práticas comerciais vigentes antes da aprovação do Nafta, em 1993.

Na avaliação de Trump, a expectativa é de poucos obstáculos à aprovação do novo acordo nos EUA, que ainda aguarda a aprovação legislativa de Ottawa e da Cidade do México, mas congressistas norte-americanos em ambos os lados, incluindo a senadora Elizabeth Warren, democrata de Massachusetts, expressaram reservas.

Recentemente, a senadora declarou que o novo regime de comércio "não vai impedir a terceirização, não vai aumentar os salários e não vai criar empregos. É o Nafta 2.0". Trump prefere chamar o pacto de Acordo EUA-México-Canadá.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade