Publicidade

Correio Braziliense

EUA espera que China elimine 'rapidamente' tarifas agrícolas

Os Estados Unidos esperam que a China elimine "rapidamente" as tarifas a seus produtos agrícolas após a trégua comercial pactada no fim de semana passado


postado em 03/12/2018 15:42

(foto: AFP)
(foto: AFP)
 
Washington, Estados Unidos - Os Estados Unidos esperam que a China elimine "rapidamente" as tarifas a seus produtos agrícolas após a trégua comercial pactada no fim de semana passado, disse o assessor econômico da Casa Branca Larry Kudlow, nesta segunda-feira (3).

Pequim taxou essas importações em represália pelas tarifas de 10% a 25% que Washington impôs a US$ 250 bilhões em produtos chineses. Consequentemente, as exportações americanas de soja despencaram. 

"Minha expectativa é que a China retire essas tarifas rapidamente", declarou Kudlow. Ele destacou que, diversas vezes, autoridades chinesas disseram que haverá uma rápida implementação dos acordos alcançados no jantar entre os presidentes Donald Trump e Xi Jinping em Buenos Aires, mas admitiu que o significado de uma aplicação "rápida" ainda não está claro. 

Kudlow afirmou que o acordo teria "mais credibilidade" se Pequim der alguns passos imediatos. "Deixemos que as coisas se desenvolvam", disse. "Hoje é segunda-feira. O jantar foi no sábado", acrescentou. 

Ele também disse que havia um compromisso da China de eliminar as tarifas sobre os carros importados dos Estados Unidos e, embora nenhum acordo tenha sido alcançado sobre o nível das tarifas, "espero que essas tarifas cheguem a zero". 

Trump e Xi acordaram uma trégua de 90 dias em sua guerra comercial para, enquanto isso, tentar um acordo. Kudlow disse estar otimista em relação a essa meta: "Nós nunca estivemos tão perto".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade