Publicidade

Correio Braziliense

Venezuela e Turquia assinam acordos nas áreas econômica e de defesa

Os acordos foram assinados no meio da grave crise econômica que atravessa a Venezuela, que se expressa em escassez generalizada e hiperinflação, um indicador de que o Fundo Monetário Internacional (FMI) estima fechará em 2.500.000% este 2018 no país sul-americano


postado em 04/12/2018 08:28

(foto: Yuri CORTEZ / AFP)
(foto: Yuri CORTEZ / AFP)
 
Os presidentes da Venezuela, Nicolás Maduro, e da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, assinaram uma série de acordos econômicos e de defesa que marcam uma "nova" era nas relações entre os dois países, segundo ambos. As alianças incluem acordos nos setores de petróleo, turismo e transporte marítimo, bem como na exploração mineral e na indústria que a Venezuela espera desenvolver nos estados do Sul do país.

Maduro afirmou que a relação comercial entre os dois países é "sincera e próspera", embora o intercâmbio seja recente e tem a projeção de aproximadamente US$ 800 milhões para este ano. Também foi assinado um acordo de cooperação em defesa e assuntos militares.

Nenhum detalhe adicional foi divulgado sobre o conteúdo dos acordos ou como eles serão implementados.

Erdogan realizou na segunda-feira (3/12) a primeira visita de Estado de um líder turco à Venezuela, desde que as duas nações estabeleceram relações diplomáticas em 1999, segundo o Ministério das Relações Exteriores venezuelano.

O presidente turco destacou as medidas "importantes" que os dois governos tomaram para aprofundar uma relação que apresenta uma clara "melhoria".

Além disso, ele pediu para continuar "avançando no mecanismo de diálogo" e o aumento das "visitas e o trabalho" bilaterais.

Os acordos foram assinados no meio da grave crise econômica que atravessa a Venezuela, que se expressa em escassez generalizada e hiperinflação, um indicador de que o Fundo Monetário Internacional (FMI) estima fechará em 2.500.000% este 2018 no país sul-americano.


*Com informações da EFE.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade