Publicidade

Correio Braziliense

Feira de Natal de Estrasburgo ocorre com rígidas medidas de segurança

A feira já foi alvo de um projeto de atentado em dezembro do ano 2000 e, desde então, recebe ameaças com frequência


postado em 12/12/2018 08:31

(foto: Frederick Florin / AFP)
(foto: Frederick Florin / AFP)
 
Strasbourg, França - A cada ano, o mercado de Natal de Estrasburgo acontece cada vez mais sob rígidas medidas de segurança para acolher cerca de dois milhões de visitantes do mundo inteiro. "A ameaça terrorista continua sendo muito elevada. Os agentes estão preparados para garantir a segurança deste evento importante para Estrasburgo e para a França, com vários visitantes estrangeiros vindos do mundo inteiro", afirmou o secretário de Estado do Ministério do Interior, Laurent Nuñez, na inauguração, em 23 de novembro passado, da 449ª edição do tradicional mercado.

Cerca de 300 chalés de madeira estão instalados no centro histórico de Estrasburgo. O mercado já foi alvo de um projeto de atentado em dezembro do ano 2000 e, desde então, recebe ameaças com frequência.
Após os atentados de Paris de 2015 e do atentado contra a feira natalina de Berlim, em dezembro de 2016, este último reivindicado pelo grupo Estado Islâmico (EI) e que deixou 12 mortos, as medidas de segurança foram reforçadas em Estrasburgo.

O orçamento para a segurança passou de 300.000 euros para um milhão de euros. Até 30 de dezembro, 260 policiais nacionais, 160 agentes de segurança privada, 50 policiais municipais e dezenas de militares da Operação Sentinelle, criada após os atentados de 2015, em Paris, farão a patrulha no centro dessa cidade.

Na zona de pedestres, veículos motorizados serão submetidos a drásticas restrições de circulação e de estacionamento. Também há proteções nas vias, com blocos de concreto para evitar atropelamentos, como aconteceu em Berlim.

Os agentes de segurança estão espalhados por todas as pontes que dão acesso ao centro histórico, onde pedestres também serão revistados. Nesta terça, um homem de 29 anos entrou no perímetro de segurança por uma dessas pontes, a de Corbeau, às 20h locais. Ele começou a atirar nos pedestres na Rue des Orfèvres, uma rua para pedestres perto da conhecida praça Kléber. Conseguiu fugir.

Pelo menos três pessoas morreram, e 13 ficaram feridas. As autoridades advertem que esse número ainda pode sofrer alterações, já que há feridos em estado grave.

O prefeito socialista de Estrasburgo, Roland Ries, anunciou que o mercado de Natal ficará fechado nesta quarta. A cidade de Estrasburgo espera receber, este ano, a visita de cerca de dois milhões de pessoas e cerca de 250 milhões de euros gerados pela atividade da feira de Natal.

No ano passado, os hotéis registraram 110.527 reservas de turistas estrangeiros, entre eles alemães (16%), suíços (12%), belgas (12%), assim como americanos, italianos, russos, chineses, ou japoneses, segundo uma agência econômica da região da Alsácia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade