Publicidade

Correio Braziliense

Governo venezuelano afirma que Maduro foi convidado para posse de Bolsonaro

O governo usou as redes sociais para divulgar a informação


postado em 16/12/2018 19:36

(foto: AFP / YAMIL LAGE)
(foto: AFP / YAMIL LAGE)

Caracas - O governo venezuelano afirmou neste domingo (16/12) que o presidente Nicolás Maduro foi convidado para a posse do direitista Jair Bolsonaro, desmentindo o futuro chanceler brasileiro, Ernesto Araújo.

"Aqui podem ler as duas notas diplomáticas oficiais enviadas pelas autoridades brasileiras convidando o governo venezuelano e o presidente a comparecer à posse de Jair Bolsonaro", tuitou o chanceler da Venezuela, Jorge Arreaza.

O funcionário também divulgou um documento enviado pela Venezuela, com data de 12 de dezembro, em que se descarta a presença de Maduro, que irá prestar juramento para um segundo mandato em 10 de janeiro, após eleições questionadas.

"O Governo Socialista, Revolucionário e Livre da Venezuela jamais assistirá à posse de um presidente que é expressão da intolerância, do fascismo e da entrega a interesses contrários à integração latino-americana e caribenha", diz o texto.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade