Publicidade

Correio Braziliense

Japão anuncia abertura de centros de apoio a estrangeiros

A ação faz parte de um pacote de medidas que o país planeja adotar, antecipando a implementação da lei que permite a aceitação de mais trabalhadores estrangeiros, que entrará em vigor em abril do próximo ano


postado em 17/12/2018 08:38


O chefe do gabinete japonês, Yoshihide Suga, anunciou que o governo planeja abrir cerca de 100 centros de apoio a trabalhadores estrangeiros em todo o Japão. A ação faz parte de um pacote de medidas que o país planeja adotar, antecipando a implementação da lei que permite a aceitação de mais trabalhadores estrangeiros, que entrará em vigor em abril do próximo ano.

Em entrevista nesse domingo (16/12) na cidade de Fukuoka, Suga afirmou que espera ver os centros de apoio em todas as províncias e principais cidades, onde reside grande número de trabalhadores estrangeiros. Ele declarou que cada centro contará com intérpretes ou sistemas de tradução.

Suga disse ainda que o governo vai repassar US$ 7,6 milhões para que os governos locais abram os centros. Segundo o secretário, o governo pretende fazer com que empresas assumam a responsabilidade por designar fiadores para o contrato de locação de imóveis dos trabalhadores.

O governo também vai garantir que trabalhadores estrangeiros sejam capazes de assinar contratos de planos de telefonia móvel, utilizando seus cartões de residente.

Ele anunciou planos para facilitar a abertura de conta bancária e garantir o acesso a cuidados médicos para estrangeiros, fazendo com que serviços de tradução estejam amplamente disponíveis.

Com informações da NHK (emissora pública de televisão do Japão)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade