Publicidade

Correio Braziliense

Portugal se prepara para manifestações inspiradas nos 'coletes amarelos'

A polícia portuguesa informou que vai colocar em ação um plano de segurança para lidar com uma primeira manifestação inspirada nos "coletes amarelos" franceses


postado em 17/12/2018 15:21

Os manifestantes exigem redução de impostos, aumentos salariais, redução do preço do combustível e melhoria do serviço público de saúde(foto: AFP)
Os manifestantes exigem redução de impostos, aumentos salariais, redução do preço do combustível e melhoria do serviço público de saúde (foto: AFP)
 
Lisboa, Portugal - A polícia portuguesa informou nesta segunda-feira que vai colocar em ação um plano de segurança para lidar, na sexta-feira, com uma primeira manifestação inspirada nos "coletes amarelos" franceses, acrescentando que espera uma "forte mobilização".

"De acordo com informações divulgadas sobre as manifestações e outros atos de protesto em vias públicas no dia 21 de dezembro", a Polícia Nacional pediu à imprensa que divulgue a informação de que qualquer mobilização deve ser notificada por escrito com dois dias de antecedência às autoridades locais.

"A polícia chama todos os cidadãos que decidirem exercer seu direito de protestar, que o façam de maneira pacífica e respeitando a lei", acrescenta o comunicado.

"Não prevemos nenhum problema ou violência, mas esperamos uma grande mobilização em todo o país", disse à AFP o porta-voz da Polícia Nacional, Alexandre Coimbra.

Além disso, as autoridades já estão em contato com os organizadores das manifestações planejadas em Lisboa, Porto e Braga.

Os manifestantes exigem redução de impostos, aumentos salariais, redução do preço do combustível e melhoria do serviço público de saúde, entre outros.

"Em Portugal é ilegal bloquear o trânsito, e a polícia não permitirá", afirmou o prefeito de Coimbra.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade