Publicidade

Correio Braziliense

Número de mortos em incêndio de hospital na Índia aumenta para oito

Uma fonte do corpo de bombeiros afirmou que o edifício, construído nos anos 1970, não passou pelas inspeções periódicas de segurança contra incêndios


postado em 18/12/2018 07:05 / atualizado em 18/12/2018 07:13

(foto: AFP)
(foto: AFP)
 
O número de mortos no incêndio de segunda-feira em um hospital de Mumbai subiu para oito, incluindo um bebê de três meses, anunciaram as autoridades indianas.

O incêndio começou por volta das 16h00 (9h30 de Brasília) no quarto andar do hospital público ESIC Kamgar, localizado em Andheri, subúrbio da zona norte da capital econômica da Índia. O balanço anterior era de seis mortos. Mais de 140 pessoas, entre pacientes e funcionários, ficaram feridas. 

As causas deste incêndio ainda não foram determinadas. Uma fonte do corpo de bombeiros afirmou que o edifício, construído nos anos 1970, não passou pelas inspeções periódicas de segurança contra incêndios.

Incêndios acidentais são frequentes na Índia, especialmente em Mumbai, a capital econômica do país, devido a regulamentações frágeis e critérios de segurança insuficientes.

Em dezembro de 2017, 14 pessoas morreram em um grande incêndio que devastou completamente um restaurante da cidade.

No início de dezembro, um incêndio destruiu uma confeitaria também em Mumbai, causando o colapso de um prédio e a morte de 12 pessoas que dormiam nele.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade