Publicidade

Correio Braziliense

Diplomata colombiano é expulso pelo governo da Venezuela

Os governos venezuelano e colombiano se desentendem há meses, e a situação se agravou depois de Maduro ter denunciado um suposto atentado contra ele


postado em 21/12/2018 08:32 / atualizado em 21/12/2018 08:47

(foto: Arquivo/ AFP)
(foto: Arquivo/ AFP)
 

O governo da Venezuela expulsou o diplomata colombiano Juan Carlos Pérez Villamizar em resposta ao mesmo procedimento, adotado contra o venezuelano Carlos Manuel Pino García, ordenado pela Colômbia. Em comunicado, a diplomacia da Venezuela diz que tomou a decisão "por razões de segurança e reciprocidade".

 

A decisão é atribuída ao que consideram uma “decisão arbitrária” da Colômbia de expulsar o venezuelano Manuel Pino Carlos García de Bogotá. Porém, os governos venezuelano e colombiano se desentendem há meses, e a situação se agravou depois de Maduro ter denunciado um suposto atentado contra ele.

 

Há uma semana, o Ministério das Relações Exteriores da Colômbia divulgou uma nota oficial rechaçando as acusações de Maduro contra as autoridades do país.

 

“O Ministério das Relações Exteriores, em nome do governo da Colômbia, novamente rejeita, nos termos mais claros e contundentes possíveis, as declarações insultantes, insultuosas e caluniosas do governo da Venezuela, segundo as quais a Colômbia faria parte de uma conspiração imaginária para desencadear uma conflito armado entre os dois países.”


*Com são infromações do O Estado de S. Paulo e Telesur, emissora multiestatal de televisão com sede na Venezuela




Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade