Publicidade

Correio Braziliense

Mulher que passeava em Israel descobre bustos da época romana

São esculturas de tamanho humano, talhadas em calcário, e descobertas na cidade de Beit Shean, no norte do país


postado em 30/12/2018 15:50

(foto: Gali Tibbon/AFP)
(foto: Gali Tibbon/AFP)
 
Uma israelense que passeava perto de antigas ruínas descobriu por acaso parte de uma estátua, o que permitiu que fossem desenterrados dois bustos da época romana, anunciou a Autoridade israelense de Antiguidades (AIA) neste domingo (30/12).

São esculturas de tamanho humano, talhadas em calcário, e descobertas na cidade de Beit Shean, no norte do país, no início deste mês, segundo um comunicado da AIA, que as datou do final do período romano, há 1.700 anos.

Os bustos, bem conservados, representam dois homens. Um deles tem barba e seu busto foi esculpido em um estilo oriental, da moda até o final do período romano, aponta Eitan Klein, chefe adjunto da unidade de prevenção de roubos da AIA.

Segundo a AIA, as esculturas, até agora enterradas, acabaram sendo visíveis devido às recentes fortes chuvas.

Encontravam-se ao norte do parque nacional de Beit Shean, em meio às ruínas de uma vila romana e bizantina.

"Os bustos desse tipo eram geralmente colocados dentro ou perto de grutas funerárias e muitas vezes representavam a imagem do falecido", assinalou Klein, citado neste comunicado.

Os bustos serão expostos ao público uma vez que os especialistas terminarem o estudo das esculturas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade