Publicidade

Correio Braziliense

Milhares de turistas fogem de tempestade tropical na Tailândia

Entre 30.000 e 50.000 pessoas foram embora após as festas de 31 de dezembro


postado em 03/01/2019 15:30

Khao Lak, Tailândia -Dezenas de milhares de turistas fugiram das ilhas mais famosas da Tailândia ante a chegada da tempestade tropical Pabuk, prevista para esta sexta-feira no sul do país, onde provocará chuvas intensas, ventos fortes e ondas de vários metros.

Embora não tenha havido nenhuma ordem oficial, os turistas, em grande número durante as festas de fim de ano, começaram a ir embora nesta sexta-feira à tarde ante a eventual chegada desta tempestade tropical às populares ilhas de Koh Samui, Koh Phangan e Koh Tao, situadas no golfo da Tailândia.

"Acredito que a ilha está praticamente vazia. Entre 30.000 e 50.000 pessoas foram embora após as festas de 31 de dezembro", explicou à AFP Krikkrai Songthanee, chefe do distrito de Kho Phangan.

O vice-prefeito de Koh Tao, um dos melhores lugares para praticar mergulho no Sudeste Asiático, indicou que as embarcações com destino a Chumpon, na zona continental, estavam cheias de turistas, embora milhares deles tenham decidido ficar na ilha.

Em Koh Samui, um visitante russo, de 56 anos, que saiu para nadar com sua família, apesar das bandeiras vermelhas que proíbem o banho de mar, se afogou por causa da correnteza, informou o chefe da polícia, Boonnam Srinarat.

As autoridades locais anunciaram a abertura de abrigos para o grande número de turistas que não conseguiram sair da ilha.

A Bangkok Airways, que tem praticamente o monopólio das conexões aéreas com Koh Samui, cancelou todos os voos com destino à ilha previstos para esta sexta-feira.

- Ondas de cinco a sete metros -

Segundo as previsões meteorológicas, é improvável que a tempestade Pabuk se transforme em um tufão.

"Prevemos ondas de entre cinco e sete metros. Normalmente, as ondas no golfo da Tailândia são de dois metros", afirmou durante uma coletiva de imprensa Phuwieng Prakammaintara, diretor do centro meteorológico da Tailândia.

"É complicado prever a gravidade da tempestade. As pessoas precisarão se adaptar às recomendações das autoridades", acrescentou.

Pabuk deve provocar fortes chuvas em outros lugares turísticos, como Krabi ou Phuket.

"Eu ia ficar em um barco na sexta-feira e mergulhar durante o dia todo", declarou à AFP Annick Fleury, uma turista suíça de 29 anos, que passa suas férias em Khao Lak, perto de Phuket.

"Tentarei ir a Krabi esta noite. Se não conseguir, terei que reservar um bom hotel e ficar esperando a tempestade acabar", afirmou esta turista suíça.

As autoridades tailandesas fecharam até sábado as ilhas de Similan, no mar de Andaman, e suas praias paradisíacas. 

Também se espera fortes chuvas nas províncias de Pattani, Narathiwat e Yala, próximas à fronteira com a Malásia.

A economia tailandesa depende em grande medida do turismo. Segundo as previsões, este país acolherá este ano cerca de 40 milhões de turistas, que em sua maioria visitam as estações balneárias do sul do país.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade