Publicidade

Correio Braziliense

MP do Peru aceita renúncia de procurador-geral e nomeia substituta

Pedro Gonzalo Chávarry, investigado por suspeita de corrupção, anunciou sua renúncia na noite de segunda-feira


postado em 09/01/2019 07:56 / atualizado em 09/01/2019 07:56

Protestos contra Chávarry no Peru(foto: AFP / ERNESTO BENAVIDES)
Protestos contra Chávarry no Peru (foto: AFP / ERNESTO BENAVIDES)
A Junta de Procuradores Supremos do Ministério Público do Peru aceitou na terça-feira, 8, a renúncia do procurador-geral Pedro Gonzalo Chávarry e designou Zoraida Ávalos como interina, em meio a uma crise provocada pela investigação do escândalo da Odebrecht.

Chávarry, investigado por suspeita de corrupção, anunciou sua renúncia na noite de segunda-feira. Dentro de 60 dias será realizada uma eleição para escolher o novo procurador-geral para um mandato de três anos.

A pressão contra Chávarry aumentou depois de ele anunciar, na véspera do ano-novo, o afastamento dos procuradores Rafael Vela e José Domingo Pérez, que investigam o escândalo da Lava Jato no Peru.


As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade