Publicidade

Correio Braziliense

Funcionários de clínica onde mulher em coma deu à luz são investigados

A mulher em coma há mais de uma década deu à luz no mês passado. DNA pode revelar se o homem que estuprou a mulher trabalha na clínica


postado em 10/01/2019 10:23 / atualizado em 10/01/2019 10:23

A polícia de Phoenix, nos EUA, requisitou exames de DNA dos funcionários homens de uma clínica do Estado do Arizona, onde uma mulher em coma há mais de uma década deu à luz no mês passado.

Os investigadores apresentaram na quarta-feira, 9, uma ordem judicial para que os empregados façam exames de sangue para tentar descobrir se o homem que estuprou a mulher trabalha na clínica Hacienda Healthcare. Em razão do escândalo, o diretor da clínica, Bill Timmons, renunciou ao cargo.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade