Publicidade

Correio Braziliense

Foragido, italiano Cesare Battisti é preso na Bolívia

Ele estava escondido na cidade de Santa Cruz de la Sierra


postado em 13/01/2019 08:13

(foto: AFP / Miguel SCHINCARIOL)
(foto: AFP / Miguel SCHINCARIOL)

Foragido desde dezembro do ano passado, o italiano Cesare Battisti foi preso no fim da tarde de sábado (12/1) em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. A prisão foi confirmada pelo assessor especial do presidente Jair Bolsonaro para assuntos Internacionais, Filipe Martins, através do Twitter.

 

"O terrorista italiano Cesare Battisti foi preso na Bolívia esta noite e em breve será trazido para o Brasil, de onde será levado até a Itália para que ele possa cumprir pena perpétua, de acordo com decisão da Justiça italiana", disse Martins.

 

Segundo o jornal Corriere della Sera, o foragido foi detido por volta de 17h (horário local), por uma equipe da Interpol formada por investigadores italianos. Ele não opôs resistência e usava calças e camiseta azuis, óculos de sol e uma barba falsa. Battisti foi levado para uma delegacia, e a Bolívia ainda não anunciou se o entregará ao Brasil ou à Itália.
-->
-->

Ainda de acordo com a imprensa local, já havia a desconfiança de que o italiano estivesse escondido na Bolívia desde meados de dezembro.

 

Battisti, de 63 anos, integrou nos anos 1970 um grupo terrorista na Itália e foi condenado à prisão perpétua por quatro homicídios. Ele fugiu da Itália e foi preso em 2007 no Rio de Janeiro. O então ministro da Justiça do Brasil, Tarso Genro, concedeu a Battisti o status de refugiado político, decisão muito criticada na Itália. 
-->
-->

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade