Publicidade

Correio Braziliense

Avião que levará Battisti à Itália chega a Santa Cruz, na Bolívia

Segundo governo italiano, extradição é uma 'questão de horas'


postado em 13/01/2019 17:52 / atualizado em 13/01/2019 19:10

O governo italiano afirmou, na tarde deste domingo (13/1), que a extradição do ex-ativista de extrema esquerda Cesare Battisti para o país era uma questão de horas.

Por volta das 17h (15h, no horário boliviano), o avião destacado para transportá-lo chegou a Santa Cruz, na Bolívia, onde Battisti foi preso pela Interpol. A aeronave branca, de bandeira italiana, pousou no aeroporto de Viru Viru, sob uma forte chuva.

"Cesare Battisti voltará para a Itália nas próximas horas, em um voo que partirá de Santa Cruz e se dirigirá direto para Roma", publicou em sua conta no Facebook o chefe do governo italiano Giuseppe Conte, após uma conversa por telefone com o presidente Jair Bolsonaro.

O ministro italiano do Interior, Matteo Salvani, confirmou que a Bolívia entregará Battisti para ser levado de avião direto para a Itália. Em um primeiro momento, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, informou que Battisti seria entregue à Justiça brasileira, fazendo escala em Brasília.

Pedido ao STF

O anúncio gerou movimentação dos advogados de Battisti, que entraram com um pedido de habeas corpus preventivo no Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar evitar a extradição do italiano, que estava foragido havia um mês. "Diante da notícia que Cesare Battisti irá retornar ao Brasil, os advogados de Defesa impetraram um Habeas Corpus preventivo, contra o ato do ministro Luiz Fux, visando evitar que Battisti seja extraditado para a Itália", informa a defesa. "Com o fato de os ministros Dias Toffoli e Luiz Fux estarem impedidos, a defesa entende que o caso deva ser resolvido pelo ministro mais antigo, Marco Aurélio Mello, já que o decano Celso de Mello se declarou impedido", afirmou o advogado de defesa de Cesare Battisti, Igor Tamasaukas, iem um comunicado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade