Publicidade

Correio Braziliense

México: Procuradoria comandará investigação sobre explosão em oleoduto

A explosão ocorreu em Tlahuelilpan quando várias pessoas tentavam furtar combustível de dutos


postado em 21/01/2019 07:58

(foto: Alfredo Estrella / AFP)
(foto: Alfredo Estrella / AFP)

Por ordem do presidente do México, Andrés López Obrador, a partir desta segunda-feira (21/1), o procurador-geral da República, Alejandro Gertz Manero, comandará as investigações sobre a explosão de um gasoduto da Petróleos Mexicanos (Pemex) em Tlahuelilpan, Hidalgo.

Até domingo (20/1), o balanço oficial era de 85 mortos e 58 feridos, dos quais um paciente foi transferido para Galveston, no Texas, Estados Unidos. Os demais recebem atendimentos em hospitais da região, a maioria por queimaduras.

Em entrevista coletiva, Obrador anunciou que as investigações serão conduzidas de forma transparente e independente.

A Procuradoria-Geral da República colocou à disposição do público um número telefônico para denúncias relacionadas a furtos e roubos de combustíveis. O tema virou assunto nacional e de governo, devido ao prejuízo contínuo que provoca.

Explosão

A explosão ocorreu no momento em que várias pessoas tentavam furtar combustível de dutos. A suspeita é que o acidente foi motivado pela perfuração dos dutos. Havia mulheres e crianças no local.

Obrador disse que há 59 órgãos do governo acompanhando o caso e mais de 300 pessoas envolvidas. Segundo o presidente, as buscas vão continuar. Ele pediu que a comunidade tenha “calma e tranquilidade”, pois ainda há desaparecidos no local.

O furto de combustíveis no México se tornou um problema nacional. Na semana passada, o presidente da República concedeu entrevista coletiva, na qual detalhou um plano de governo para combater esse tipo específico de crime.

*Com informações da Notimex, agência pública de notícias do México

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade