Publicidade

Correio Braziliense

Onze países do Grupo de Lima reconhecem Guaidó como presidente da Venezuela

México, Guiana e Santa Lúcia não se somaram a esta decisão


postado em 23/01/2019 20:48

Venezuelanos na Guatemala se manifestam a favor de Juan Guaidó(foto: Orlando Estrada / AFP)
Venezuelanos na Guatemala se manifestam a favor de Juan Guaidó (foto: Orlando Estrada / AFP)
 
Lima, Peru - Onze dos 14 países do Grupo de Lima reconheceram, nesta quarta-feira (23), o chefe do Parlamento venezuelano, o opositor Juan Guaidó, como "presidente encarregado" da Venezuela, citando a "ilegitimidade do regime de Nicolás Maduro", informou a Chancelaria peruana.

"Os governos de Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Honduras, Panamá, Paraguai e Peru (...) reconhecem e expressam seu pleno respaldo ao Presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, que assumiu hoje como Presidente encarregado da República Bolivariana da Venezuela", assinalou a Chancelaria peruana em comunicado. 

Os três membros do bloco que não se somaram a esta decisão foram México, Guiana e Santa Lúcia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade