Publicidade

Correio Braziliense

Não concordo que seja opcional, diz Papa Francisco sobre celibato

Questionado sobre os padres não poderem se casar, o pontífice argumentou que o celibato é um presente da igreja e não cordada que ele seja opcional


postado em 28/01/2019 11:16


O papa Francisco rejeitou claramente nesta segunda-feira (28/1) o questionamento do celibato dos padres em vigor no catolicismo romano e afirmou que esta condição não pode ser uma opção, em uma coletiva de imprensa no avião em que viaja de volta a Roma.

"Pessoalmente, acho que o celibato é um presente para a Igreja. Em segundo lugar, eu não concordo em permitir que o celibato seja opcional", declarou o papa, questionado sobre o possível casamento de padres ou a ordenação de homens casados dentro do rito romano da Igreja Católica.

No entanto, ele considerou "algumas possibilidades para lugares muito remotos", mencionando as ilhas do Pacífico ou a Amazônia quando "existe uma necessidade pastoral".  "É algo em discussão com os teólogos, não é uma decisão minha", acrescentou cautelosamente.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade