Publicidade

Correio Braziliense

Mulher passa três dias presa em elevador em Nova York

A mulher estava em aparente bom estado de saúde, mas foi levada para um hospital para ser examinada


postado em 29/01/2019 08:35

(foto: André Violatti/Esp. CB/D.A Press)
(foto: André Violatti/Esp. CB/D.A Press)

Uma empregada doméstica passou três dias presa no elevador da residência em que trabalha em Nova York e só foi resgatada pelos bombeiros na segunda-feira (28/1). O incidente aconteceu em um imóvel do Upper West Side de Manhattan que pertence ao investidor Warren Stephens, segundo o jornal New York Times.

Um porta-voz confirmou que os bombeiros foram chamados à residência na rua 65 às 10H00 de segunda-feira, depois que os proprietários constataram que o elevador estava com problemas. O elevador estava parado entre o segundo e o terceiro andares. Depois de forçar a porta, os bombeiros encontraram uma pessoa que disse que estava no local desde sexta-feira.

A pessoa estava em aparente bom estado de saúde, mas foi levada para um hospital para ser examinada. Os bombeiros não divulgaram mais detalhes e não revelaram a identidade da mulher. Mas a imprensa de Nova York informou que a vítima é Marites Fortaliza, empregada doméstica da família Stephens há vários anos.

Quando ela chegou à residência na sexta-feira, a família já havia saído para passar o fim de semana em outro lugar. A funcionária ficou presa no elevado e não conseguiu avisar ninguém.

De acordo com o jornal New York Post, a família Stephens prometeu "investigar as causas do infeliz incidente e adotar medidas adequadas para assegurar que não se repita". Não foi divulgado se o elevador tinha um sistema de alerta de emergência.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade