Publicidade

Correio Braziliense

Destroços no litoral francês provavelmente são do avião do jogador Sala

Sala, de 28 anos, viajava com um piloto em um avião monomotor Piper PA-46 Malibu quando a aeronave desapareceu dos radares a cerca de 20 km da ilha britânica de Guernsey, localizada no Canal da Mancha


postado em 30/01/2019 14:02 / atualizado em 30/01/2019 15:18

(foto: Ian Kington / AFP)
(foto: Ian Kington / AFP)

Investigadores britânicos afirmaram nesta quarta-feira (30/1) que é provável que os dois assentos encontrados na costa francesa sejam do avião desaparecido que levava o jogador de futebol Emiliano Sala para Cardiff.

"A partir de um exame preliminar, concluímos que é provável que sejam os assentos da aeronave desaparecida", afirmou o órgão de investigação de acidentes aéreos da Grã-Bretanha, em um comunicado. 

Os restos haviam sido descobertos nas praias do norte da França, e transferidos para as autoridades britânicas pelo organismo francês encarregado de investigar os acidentes da aviação civil. A AAIB também anunciou que pretende realizar uma pesquisa submarina, com um sonar de rastreamento lateral, para encontrar os restos da aeronave em uma área de cerca de 13 km2.

A família de Sala também anunciou na segunda-feira que havia contratado um serviço privado de busca submarina depois que as autoridades britânicas abandonaram as operações de socorro na quinta-feira.

Sala, de 28 anos, viajava com um piloto em um avião monomotor Piper PA-46 Malibu quando a aeronave desapareceu dos radares a cerca de 20 km da ilha britânica de Guernsey, localizada no Canal da Mancha.
 
 
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade