Publicidade

Correio Braziliense

Trump diz que procurador-geral decidirá se relatório de Mueller será divulgado

O relatório comanda a apuração sobre o caso Rússia


postado em 03/02/2019 13:53 / atualizado em 03/02/2019 14:37

Trump também afirmou que o seu secretário de Estado, Mike Pompeo, não deixará o ministério(foto: AFP /Mandel Ngan)
Trump também afirmou que o seu secretário de Estado, Mike Pompeo, não deixará o ministério (foto: AFP /Mandel Ngan)

 

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que "cabe totalmente" ao seu procurador-geral decidir se o público poderá ler o relatório do conselheiro especial Robert Mueller, que comanda a apuração sobre o caso Rússia.

Perguntado em uma entrevista ao canal de televisão norte-americano CBS se teria um problema com a publicação do relatório, ele afirmou: "Não sei. Depende. Não faço ideia do que o relatório vai dizer".

O procurador-geral interino Matthew Whitaker afirmou na semana passada que a investigação está "próxima de se completar". Membros do partido Democrata pressionaram o indicado a procurador-geral, William Barr, a se comprometer a divulgar o relatório final na íntegra. Barr disse que não sabe "o que será publicável" ou o que Mueller está escrevendo.

Na entrevista, Trump também afirmou que o seu secretário de Estado, Mike Pompeo, não deixará o ministério, ainda que Republicanos tentem convencê-lo a disputar uma vaga para o Senado em Kansas. "Eu fiz a pergunta para ele outro dia. Ele disse que não vai sair de jeito nenhum. Eu não acho que ele faria isso", disse o presidente.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade