Publicidade

Correio Braziliense

Trump ataca democratas por investigação sobre conluio com russos

De acordo com o magnata nova-iorquino, é sem precedentes a expansão da investigação para o Comitê de Inteligência da Câmara de Representantes, liderada pela oposição democrata


postado em 07/02/2019 13:02

(foto: Arquivos / AFP)
(foto: Arquivos / AFP)

O presidente americano, Donald Trump, voltou a atacar os democratas, nesta quinta-feira (7/2), pela investigação sobre suas relações com a Rússia, afirmando que seus oponentes estão ficando "malucos".

 

"PERSEGUIÇÃO AO PRESIDENTE! Nunca se deveria permitir que isso acontecesse de novo!", tuitou Trump.

 

De acordo com o magnata nova-iorquino, é sem precedentes a expansão da investigação para o Comitê de Inteligência da Câmara de Representantes, liderada pela oposição democrata.

 

O presidente do Comitê, o representante Adam Schiff, disse que analisará as suspeitas de conluio entre o republicano e Moscou, assim como as alegações de irregularidades financeiras por parte de integrantes do círculo mais próximo de Trump.

 

Esse poderoso comitê vai trabalhar em paralelo com a já adiantada investigação sob comando do procurador especial Robert Mueller a respeito dos vínculos entre membros da equipe de campanha de Trump e agentes russos, durante a campanha eleitoral de 2016.

 

"O congressista Adam Schiff anuncia, depois de ter achado nada sobre conluio russo, que ele vai investigar cada detalhe da minha vida, tanto financeira quanto pessoal, mesmo que não tenha motivos para fazer isso. Nunca aconteceu antes!", tuitou Trump.

 

O presidente insiste em sua inocência, alegando que as crescentes investigações têm motivação política. No chamado Russiagate, Mueller já apresentou acusações que levaram à denúncia de seis pessoas ligadas a Trump.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade