Publicidade

Correio Braziliense

Policiais da Bolívia prendem homem acusado de matar família em SP

As autoridades bolivianas avaliam a possibilidade de entregar o acusado ao Brasil com base em uma cooperação jurídico-internacional


postado em 11/02/2019 08:26

(foto: Divulgação ABI Bolívia)
(foto: Divulgação ABI Bolívia)

A Polícia da Bolívia apresentou Gustavo Santos Vargas Arias, que admitiu ter assassinado e esquartejado um casal e seu filho, de 8 anos, em São Paulo, no ano passado. Ele foi capturado em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. Segundo os policiais, o acusado entrou no país via Puerto Quijarro. A família e o suspeitos são bolivianos.

 

De acordo com a imprensa boliviana, Gustavo Arias disse ter assassinado a criança, dois dias depois de matar os pais. Segundo ele, a criança chorava muito e perguntava pelo pai e pela mãe.

 

As autoridades bolivianas avaliam a possibilidade de entregar o acusado ao Brasil com base em uma cooperação jurídico-internacional.

 

Em 8 de janeiro, os corpos de Jesús Reynaldo Condori Sanizo, da mulher dele, Irma Morante Sanizo e do filho Gian Abner Morante foram encontrados esquartejados em sacos de plásticos, acondicionados em malas, em uma casa em Itaquaquecetuba, região metropolitana paulista.

 

A suspeita é que a motivação do crime tenha sido financeira.

 

*Com informações da ABI, agência pública de notícias da Bolívia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade