Publicidade

Correio Braziliense

Integrantes do grupo musical russo são expulsas de avião por embriaguez

As cantoras fama mundial quando, em fevereiro de 2012, três delas, incluindo Maria Aliokhina, fizeram uma 'oração punk' contra Putin em uma catedral em Moscou, e sentenciadas a dois anos de prisão


postado em 13/02/2019 12:47

(foto: Fernando Lopes/CB/D.A Press)
(foto: Fernando Lopes/CB/D.A Press)

Duas integrantes do grupo punk russo "Pussy Riot", Maria Aliokhina e Kyril Masheka, foram expulsas de um avião no aeroporto de Barcelona por causa de seu estado de embriaguez, informou a Guarda Civil local.

 

Segundo a fonte, as duas integrantes do grupo de música de protestos, principalmente contra o presidente russo Vladimir Putin, pegariam um voo de Barcelona para Milão. 

 

Por estarem bêbadas, não puderam embarcar, mas não foram detidas. Conhecido mais por suas ações de protestos do que por sua produção musical, o Pussy Riot já teve vários problemas com a justiça russa.

 

Elas alcançaram fama mundial quando, em fevereiro de 2012, três delas, incluindo Maria Aliokhina, fizeram uma 'oração punk' contra Putin em uma catedral em Moscou, e sentenciadas a dois anos de prisão.

 

Em 2018, o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos condenou a Rússia por este caso, argumentando tratamento degradante durante o julgamento e violação da liberdade de expressão.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade