Publicidade

Correio Braziliense

China suspende voos locais com Boeing 737 MAX 8 após acidente na Etiópia

A decisão foi tomada após a queda de um 737 Max 8 da Ethiopian Airlines que deixou 157 pessoas mortas


postado em 11/03/2019 08:05 / atualizado em 11/03/2019 08:26

Não há previsão para que os 737 Max 8 sejam liberados para voltar a voar(foto: Bobby Yip/Reuters)
Não há previsão para que os 737 Max 8 sejam liberados para voltar a voar (foto: Bobby Yip/Reuters)
 

 

O órgão que administra a aviação civil na China ordenou que todos os Boeing 737 Max 8 operados por companhias aéreas do país aterrissem, até o fim da tarde desta segunda-feira (11/3). Há 96 aeronaves desse modelo em operação na China.

A decisão foi tomada após a queda de um 737 Max 8 da Ethiopian Airlines que deixou 157 pessoas mortas após cair próximo ao aeroporto de Bole, na Etiópia, neste domingo, 10.

A ordem deverá se cumprida pelas companhias aéreas chinesas até as 18h desta segunda (manhã de terça pelo horário de Brasília), e não há previsão para que os 737 Max 8 sejam liberados para voltar a voar.

O órgão regulador justificou a decisão por ter observado similaridades entre o acidente na Etiópia e o desastre com um Boeing 737 Max 8 da indonésia Lion Air em outubro. Na ocasião, 189 pessoas morreram em circunstâncias parecidas às do caso etíope: a aeronave caiu no Mar de Java logo após a decolagem do aeroporto de Jacarta.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade