Publicidade

Correio Braziliense

Diplomatas abandonam reunião da ONU por presença de chanceler da Venezuela

Representantes de países latino-americanos, e também dos EUA, Canadá e França abandonaram a sala quando Arreaza subiu ao pódio para falar.


postado em 14/03/2019 13:21 / atualizado em 14/03/2019 13:38

(foto: Johannes Eisele/AFP)
(foto: Johannes Eisele/AFP)
Vários diplomatas abandonaram, nesta quinta-feira, uma reunião da ONU sobre drogas em Viena devido à presença do ministro das Relações Exteriores venezuelano Jorge Arreaza, considerado um representante "ilegítimo" desse país.  

Representantes de países latino-americanos, e também dos Estados Unidos, Canadá e alguns países europeus, entre eles a França, abandonaram a sala quando Arreaza subiu ao pódio para falar durante a reunião da Comissão de Entorpecentes.

Governo ilegítimo

"Os membros da delegação venezuelana que estão aqui hoje representam o governo ilegítimo de Nicolás Maduro e, portanto, não se pode considerar que estão falando em nome do povo venezuelano", disse um porta-voz da missão dos Estados Unidos às organizações em um comunicado após o incidente.

Cerca de 50 países reconhecem o líder oposicionista e autoproclamado presidente Juan Guaidó como o chefe de Estado interino da Venezuela.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade