Publicidade

Correio Braziliense

Cuba critica sanções dos EUA a envios de petróleo da Venezuela

"Eu rejeito as novas ações econômicas de pirataria adotadas por Washington versus Cuba e Venezuela. Elas são parte da escalada das agressões dos EUA, baseadas em calúnias", disse o ministro das Relações Exteriores, Bruno Rodríguez


postado em 13/04/2019 18:30

(foto: Federico Parra/AFP)
(foto: Federico Parra/AFP)
 
Cuba classificou neste sábado de "pirataria econômica" as recentes sanções impostas pelos Estados Unidos a empresas e navios de sua aliada Venezuela, alguns dos quais transportavam petróleo para a ilha. 

"Eu rejeito as novas ações econômicas de pirataria adotadas por Washington versus Cuba e Venezuela. Elas são parte da escalada das agressões dos EUA, baseadas em calúnias", disse o ministro das Relações Exteriores, Bruno Rodríguez, no Twitter. 

Na sexta-feira, o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, disse em um comunicado que os EUA continuarão "atacando empresas que transportam petróleo bruto venezuelano para Cuba, já que estão se beneficiando da pilhagem do regime de (Nicolás) Maduro para recursos naturais".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade