Publicidade

Correio Braziliense

Comoção nas redes sociais com a destruição da catedral de Notre-Dame

Incêndio pode está ligado a reformas que ocorria dentro da igreja, afirma o Corpo de Bombeiros


postado em 15/04/2019 18:10 / atualizado em 15/04/2019 19:19

Chamas em uma das torres da Catedral de Notre-Dame, em Paris(foto: Benoit Tessier/AFP)
Chamas em uma das torres da Catedral de Notre-Dame, em Paris (foto: Benoit Tessier/AFP)
Um clima de consternação tomou conta das redes sociais, na tarde desta segunda-feira (15/4), por causa do incêndio na Catedral de Notre-Dame, em Paris. Chamas atingiram a igreja histórica provocando uma enorme destruição. O santuário é um dos mais famosos do mundo. A infraestrutura tem cerca de 850 anos. Segundo o Corpo de Bombeiros, o incêndio pode está ligado a reformas que ocorriam no local. 

 

As hashtags Catedral, Notre-Dame, França e Paris ficaram entre as mais comentadas do Twitter na tarde desta segunda-feira. Alguns usuários afirmaram que o ocorrido "é mais um dos patrimônios da humanidade sendo desmanchado".

 

 

Outros indagaram que é "um dia muito triste para todos os cristãos, especialmente os católicos do mundo."

 

 

Um dos internautas comentou que a "história está sendo destruída aos poucos". Ainda mencionou a tragédia do Museu Nacional, no Rio de Janeiro, que pegou fogo em 2 de setembro de 2018, resumindo a estrutura em cinzas.

 

 

 

De acordo com o Secretário do Estado do Ministério do Interior, Laurent Nunez, não há constatações de feridos ou vítimas do incêndio. A procuradoria de Paris abriu um inquérito para  investigar as causas do acidente, informou o jornal Le Figaro

 

Conheça um pouco sobre a história da catedral 

 

A igreja foi construída entre 1163 e 1345. Notre-Dame dedica-se a Maria, mãe de Jesus, e situa-se na pequena ilha Île de la Cité. O monumento é dono de uma infraestrutura rica e elegante, com arquitetura gótica. Em 2017, recebeu mais de 12 milhões de visitantes.

 

Em toda a história da catedral, nasceram 80 reis e dois imperadores, além da existência de cinco repúblicas. Uma das mais famosas coroações foi a de Napoleão, em 1804, e de Henrique 6º, em 1431. Durante a Revolução Francesa, a catedral foi saqueada e quase demolida.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade