Publicidade

Correio Braziliense

Equador entregará aos EUA material informático de Assange

O fundador do WikiLeaks foi preso em 11 de abril pela polícia britânica após não desrespeitar medidas da liberdade condicional


postado em 13/05/2019 15:20

(foto: Daniel LEAL-OLIVAS/AFP)
(foto: Daniel LEAL-OLIVAS/AFP)
O Equador autorizou a apreensão em sua embaixada de Londres do equipamento de informática usado durante anos por Julian Assange, para entregá-lo aos Estados Unidos, informou nesta segunda-feira (13/5), a defesa do fundador do WikiLeaks com base em um documento atribuído à justiça equatoriana.

 

 


Segundo o documento, o Ministério Público do Estado equatoriano autoriza que seja realizada a apreensão do equipamento, uma concessão feita dentro da ajuda penal internacional requerida pelas autoridades americanas e iniciada com o governo de Lenín Moreno em 2018. 

O advogado de Assange no Equador, Carlos Poveda, afirmou que apresentou um ofício para pedir que a diligência seja suspensa e, em caso da promotoria insistir, garantir ao menos a presença de seu cliente durante a revista.

O texto - um e-mail assinado pela Procuradoria Geral do Equador, cuja autenticidade não pôde ser confirmada pela AFP com outras fontes - autoriza o "registro e apreensão" de "documentos, arquivos e material similar que possam ser relevantes para esta investigação".

Da mesma forma, autoriza a apreensão de "dispositivos de armazenamento eletrônico em qualquer forma que exista", como computadores, tablets, telefones celulares, drives USB, CDs ou discos rígidos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade