Publicidade

Correio Braziliense

Líder da oposição no Reino Unido diz que haverá pausa no diálogo pelo Brexit

Há quase três anos, eleitores votaram por meio de plebiscito para deixar o bloco


postado em 17/05/2019 12:38 / atualizado em 17/05/2019 12:38

Jeremy Corbyn, líder do Partido Trabalhista do Reino Unido(foto: Aris Oikonomou/AFP)
Jeremy Corbyn, líder do Partido Trabalhista do Reino Unido (foto: Aris Oikonomou/AFP)

 

Líder do Partido Trabalhista do Reino Unido, a principal sigla da oposição, Jeremy Corbyn afirmou nesta sexta-feira (17/5), que foi "o mais longe possível" nas conversas com o governo sobre a saída do país da União Europeia, o Brexit. Segundo ele, é preciso agora haver uma pausa no diálogo, embora Corbyn disse que estaria disposto a avaliar novas propostas mais adiante.

 

 


A decisão dos oposicionistas não foi uma surpresa e significa que a trajetória do país fora da UE continua a não ter clareza, quase três anos após eleitores votarem para abandonar o bloco, no plebiscito de 2016. Em carta à premiê Theresa May, Corbyn afirmou que as conversas entre as partes sobre o Brexit em busca de uma maioria entre os legisladores britânicos para o Brexit "foram agora o mais longe possível".

Corbyn disse que o Partido Trabalhista havia abandonado as conversas porque negociadores mostraram-se incapazes de acertar suas diferenças. Ele acrescentou que seu partido está cada vez mais preocupado a respeito de qualquer acordo, já que a premiê deve deixar o posto dentro de meses. Fonte: Dow Jones Newswires.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade