Publicidade

Correio Braziliense

Kirchner diz que julgamento é 'cortina de fumaça' para crise econômica

Cristina, que ocupa o cargo de senadora desde 2017, é acusada de formação de quadrilha durante seu mandato e de fraude contra o Estado por supostas irregularidades na concessão de obras


postado em 22/05/2019 11:12 / atualizado em 22/05/2019 11:13

(foto: AFP / JUAN MABROMATA)
(foto: AFP / JUAN MABROMATA)
A ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner afirmou que o julgamento contra ela, que começou ontem, por suspeita de corrupção, é um "novo ato de perseguição" que busca criar uma "cortina de fumaça" para "desviar a atenção" da crise econômica do país.

Cristina, que ocupa o cargo de senadora desde 2017, é acusada de formação de quadrilha durante seu mandato e de fraude contra o Estado por supostas irregularidades na concessão de obras na Província de Santa Cruz para o empresário Lázaro Báez - preso desde 2016 - no valor de US$ 1 bilhão. Ela nega todas as acusações. (Com agências internacionais)



As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade