Publicidade

Correio Braziliense

Trump diz que é cedo para se pensar em acordo com Irã

Donald Trump afirmou em seu perfil no Twitter que considera ser muito cedo para fazer um acordo com o Irã


postado em 13/06/2019 18:51

(foto: MANDEL NGAN / AFP )
(foto: MANDEL NGAN / AFP )
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou nesta quinta-feira que é cedo para "sequer pensar" na possibilidade de negociar com o Irã, após a visita do premier japonês, Shinzo Abe, a Teerã.

"Pessoalmente sinto que é muito cedo para sequer pensar em obter um acordo. Eles não estão prontos e nós também não", tuitou o presidente, que elogiou a visita de Abe. 

Logo após o tuíte de Trump, o secretário americano de Estado, Mike Pompeo, responsabilizou o Irã pelos ataques a dois navios petroleiros, nesta quinta-feira, no Golfo de Omã. 

"A avaliação dos Estados Unidos é que a República Islâmica do Irã é responsável pelos ataques", disse Pompeo aos jornalistas. 

O secretário de Estado citou os serviços de "inteligência, as armas utilizadas, o nível de experiência necessário para a execução da operação, os recentes ataques iranianos similares contra o transporte marítimo" e o fato de nenhum grupo aliado do Irã que opera na área "ter os recursos e a capacidade para atuar com tal grau de sofisticação".

Pompeo destacou que Washington ainda quer que Teerã regresse à mesa de negociações "quando chegar o momento".

O tuíte de Trump se referia ao encontro em Teerã entre Shinzo Abe e o guia supremo iraniano, Ali Khamenei, que rejeitou qualquer possibilidade de dialogar com o presidente americano. 

"Não considero Trump uma pessoa digna para se trocar mensagens", disse Khamenei a Abe, primeiro chefe de governo japonês a visitar o Irã para se encontrar com o líder da República Islâmica desde 1978. "Não tenho uma resposta para ele e não vou responder", declarou Khamenei.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade