Publicidade

Correio Braziliense

Istambul elege prefeito em votação arriscada para o presidente Erdogan

Seja qual for o resultado deste domingo, Erdogan não sairá ileso: se ele perder, será uma nova derrota humilhante; e se ele vencer, será uma vitória marcada pelo cancelamento das eleições de março


postado em 23/06/2019 11:22

(foto: AFP / Adem ALTAN)
(foto: AFP / Adem ALTAN)
Istambul, Turquia
-Os habitantes de Istambul voltaram às urnas neste domingo para eleger seu prefeito, após o cancelamento das eleições de março, vencidas por um adversário do presidente Recep Tayyip Erdogan.

Nas eleições municipais de 31 de março, uma figura emergente da oposição, Ekrem Imamoglu, venceu em Istambul por uma ligeira vantagem em relação ao candidato de Erdogan, o ex-primeiro-ministro Binali Yildirim.

O resultado foi anulado depois que o Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP), a formação conservadora islâmica do presidente, apresentou recursos para "irregularidades em massa".

A oposição, que rejeita estas acusações, denuncia um "golpe contra as urnas" e considera as novas eleições uma "batalha pela democracia".

Mais do que uma eleição municipal, as eleições em Istambul serão um teste sobre a popularidade de Erdogan e do AKP, em um momento de sérias dificuldades econômicas. "Quem vencer  em Istambul vence na Turquia", diz o presidente.

Para Erdogan está em jogo conservar uma cidade com mais de 15 milhões de habitantes, capital econômica e cultural do país, controlada por seu partido há 25 anos.

A oposição procura infligir a primeira grande derrota de Erdogan desde 2003. 

Seja qual for o resultado do domingo, Erdogan não sairá ileso: se ele perder, será uma nova derrota humilhante; e se ele vencer, será uma vitória marcada pelo cancelamento das eleições de março.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade