Publicidade

Correio Braziliense

Policial francês confunde depoimento com encontro amoroso em delegacia

Ele chegou a fazer carícias em um homem que acreditava ser um pretendente, mas na verdade era uma outra pessoa, que estava ali convocado para um depoimento


postado em 12/07/2019 22:27 / atualizado em 12/07/2019 22:46

(foto: photo illustration by Joe Raedle/Getty Images)
(foto: photo illustration by Joe Raedle/Getty Images)
Em uma delegacia da França, um policial cometeu uma "gafe" ao fazer carícias em um homem que acreditava ser um pretendente que conheceu através da Internet e que convidara a ir ao seu local de trabalho, mas que na verdade era uma outra pessoa, que estava ali convocado para um depoimento.

Por conta dessa confusão, o policial que trabalha na delegacia de Ruan, no departamento Loiret, está sendo processado por assédio sexual e o caso é investigado pela Inspeção Geral da Polícia Nacional (IGPN). 

De acordo com as informações, o policial marcou um encontro na delegacia onde trabalha com um pretendente que conheceu em um site de relacionamento.

Ao chegar ao local de trabalho, o agente viu uma pessoa que acreditava ser seu pretendente e o convidou para ir até seu gabinete. Quando estavam a sós, o policial pediu para o homem abaixar as calças, que atendeu o pedido por achar que se tratava de uma revista.

Depois, o policial passou a fazer carícias íntimas no suposto pretendente e se despiu em seguida, até se dar conta do equívoco que estava cometendo. 

De acordo com as autoridades, o policial está afastado das atividades profissionais por doença. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade