Publicidade

Correio Braziliense

Trump: ''Está cada vez mais difícil negociar com o Irã''

Declaração ocorre após supostos espiões dos Estados Unidos serem detidos por Teerã


postado em 22/07/2019 15:34

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos (foto: Olivier Douliery/AFP)
Donald Trump, presidente dos Estados Unidos (foto: Olivier Douliery/AFP)
O presidente Donald Trump disse nesta segunda-feira (22/7) que está cada vez mais difícil negociar um acordo com o Irã, após a prisão de supostos espiões dos Estados Unidos por Teerã, em um momento de desacordos crescentes entre os dois países. 

As autoridades da República Islâmica anunciaram a prisão de 17 iranianos e a sentença à morte de vários deles no contexto do desmantelamento de uma "rede de espiões" da CIA, uma declaração "totalmente falsa", segundo Trump.

"Está cada vez mais difícil para mim querer chegar a um acordo com o Irã, porque eles estão agindo muito mal", disse Trump na coletiva de imprensa junto ao primeiro-ministro paquistanês, Imran Khan, na Casa Branca. 

O bilionário republicano, que retirou seu país do acordo internacional de 2015 para impedir o desenvolvimento de uma bomba atômica pelo Irã, não parou de endurecer as sanções contra o regime de Teerã. 

Mas, embora as tensões tenham aumentado nas últimas semanas, Trump disse que não queria uma nova guerra no Oriente Médio e pediu um diálogo com a liderança iraniana, apesar da linha dura defendida por alguns dos "falcões" de sua administração. 

Teerã até agora rejeitou qualquer proposta de negociar um novo acordo, dizendo que não quer negociações sob pressão.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade