Publicidade

Correio Braziliense

Tusk considera difícil imaginar acordo UE-Mercosul quando a Amazônia queima

O presidente do Conselho Europeu chegou mais cedo à reunião de cúpula do G7


postado em 24/08/2019 09:10 / atualizado em 24/08/2019 09:23

Donald Tusk aprova o acordo entre UE e Mercosul, mas aguarda fim dos incêndios na Amazônia(foto: AFP / LUDOVIC MARIN)
Donald Tusk aprova o acordo entre UE e Mercosul, mas aguarda fim dos incêndios na Amazônia (foto: AFP / LUDOVIC MARIN)
 


Biarritz, França - O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, disse neste sábado (24/8) que é difícil imaginar que o bloco europeu ratifique um pacto de livre comércio com o Mercosul enquanto o Brasil não detém os incêndios que assolam a Amazônia.


"É claro que apoiamos o acordo entre a UE e o Mercosul (...) mas é difícil imaginar um processo de ratificação enquanto o governo brasileiro permite a destruição" da Amazônia, declarou Tusk ao chegar em Biarritz, no sudoeste da França, para uma cúpula do G7.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade