Publicidade

Correio Braziliense

Peru e Colômbia propõem cúpula amazônica na tríplice fronteira com Brasil

Países querem reunião urgente em 6 de setembro para debater ações contra incêndios


postado em 27/08/2019 19:25

Países propõem um pacto e coordenação de ações em defesa da Amazônia(foto: AFP/Divulgação)
Países propõem um pacto e coordenação de ações em defesa da Amazônia (foto: AFP/Divulgação)
Peru e Colômbia propuseram nesta terça-feira aos países da região amazônica uma reunião urgente, em 6 de setembro, para assinar um pacto e coordenar ações em defesa da Amazônia.

O presidente peruano, Martín Vizcarra, e seu colega colombiano, Iván Duque, "acertaram convocar uma reunião urgente de chefes de Estado e de Governo da região Amazônica em Letícia (Colômbia) em 6 de setembro, a fim de combinar os esforços" para protegê-la, revela um comunicado de Lima no encerramento da cúpula binacional de Pucallpa, no Peru.

"Os presidentes reconheceram a necessidade de unir esforços em benefício da proteção e do uso sustentável da região Amazônica, por ser um dos ecossistemas mais importantes para a resiliência do planeta", acrescentou. 

A cúpula amazônica, proposta pela Colômbia, busca "estabelecer um Pacto que procure sua conservação, desenvolvimento e aproveitamento sustentável, em benefício das comunidades que a habitam, com pleno respeito às respectivas soberanias nacionais".

O comunicado não menciona quais seriam os demais participantes. Peru e Colômbia evitaram mencionar a Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA), com sede em Brasília e que agrupa oito países - Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade