Publicidade

Correio Braziliense

Morre premiado fotógrafo do 'homem do tanque' de Tiananmen, Charlie Cole

O fotógrafo tinha 64 anos e morreu na Indonésia


postado em 14/09/2019 10:15

(foto: Charlie Cole/Reprodução)
(foto: Charlie Cole/Reprodução)
Lembrado como o fotógrafo que capturou a icônica imagem da repressão na praça de Tiananmen, em Pequim, em que um homem bloqueia a passagem de uma coluna de tanques, Charlie Cole morreu na Indonésia, aos 64 anos - informaram autoridades americanas.

Originário do Texas, Cole morreu em Bali, onde morava há tempos, disse à AFP uma fonte do Departamento de Estado. "Expressamos à família nossas mais sinceras condolências por sua perda", afirmou a mesma fonte.

Em 1990, Cole ganhou o prestigioso Prêmio World Press Photo por sua fotografia do "homem do tanque", que tentou bloquear o avanço de uma coluna de pelo menos 17 tanques, em 5 de junho de 1989. Sua identidade nunca foi conhecida.

Cole capturou a cena, após a repressão do Exército chinês das manifestações pró-democracia que se prolongaram por sete semanas, com epicentro na praça Tiananmen de Pequim. Centenas de pessoas foram mortas.

"O homem do tanque" se tornou uma das imagens mais marcantes do século 20X.

Vários outros fotógrafos também capturaram aquele instante. Uma fotografia da cena tirada da sacada do hotel Beijing por Jeff Widener, da agência Associated Press, foi indicada ao Prêmio Pulitzer.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade