Publicidade

Correio Braziliense

Israel legaliza colônia na Cisjordânia a dois dias das eleições

Israel decidiu 'transformar a colônia selvagem de Mevoot Jericó, situada no Vale do Jordão, em uma oficial'


postado em 15/09/2019 11:32

O governo israelense autorizou, neste domingo (15/9), a legalização de uma colônia na Cisjordânia ocupada, dois dias antes das eleições legislativas, cruciais para o futuro político do premiê Benjamin Netanyahu.

Israel decidiu "transformar a colônia selvagem de Mevoot Jericó, situada no Vale do Jordão, em uma oficial", informou o gabinete de Netanyahu.

O anúncio foi feito dois dias antes das eleições legislativas israelenses, nas quais o Partido Likud, de Netanyahu, enfrenta a forte concorrência do Kahol Lavan (Azul e Branco), do ex-chefe do Estado-Maior do Exército, Benny Gantz.

Na semana passada, Netanyahu prometeu anexar todas as colônias judaicas no Vale do Jordão, um território estratégico que representa cerca de 30% da Cisjordânia ocupada. 

A declaração foi duramente criticada por funcionários palestinos. Caso venha a se concretizar, os palestinos avaliam que será a morte do processo de paz.

Embora seja favorável à anexação, uma parte da classe israelense considerou que o anúncio foi feito com fins eleitorais.

Netanyahu se comprometeu a anexar estes assentamentos judaicos "imediatamente" depois das eleições.

As últimas pesquisas de intenções de voto divulgadas na imprensa local apontam um pleito bastante disputado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade