Publicidade

Correio Braziliense

Israel: Netanyahu e Gantz seguem empatados em reta final de apuração

Com isso, nenhum dos dois teria capacidade para formar um novo governo após as eleições legislativas


postado em 18/09/2019 08:37

(foto: Oded Balilty e Jack Guez/AFP)
(foto: Oded Balilty e Jack Guez/AFP)
Jerusalém, Undefined — O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, e seu rival Benny Gantz estão empatados na apuração dos votos e nenhum dos dois teria capacidade para formar um novo governo após as eleições legislativas de terça-feira, informa a imprensa israelense.

Com 92% das urnas apuradas, o Likud, partido de direita de Netanyahu, e o Azul-Branco, movimento de centro-direita fundado pelo general Benny Gantz, conquistaram 32 cadeiras cada sobre as 120 que compõem a Kneset, o Parlamento israelense. Nenhum dos dois, mesmo como apoio de seus aliados, alcançaria as 61 cadeiras necessárias para governar o país.

Até o momento, a Comissão Eleitoral divulgou apenas os resultados de 44% dos votos. Caso as informações da imprensa se confirme, o caminho mais provável seria a formação de um governo de união nacional entre os dois principais partidos.

De acordo com as mesmas fontes, a Lista Unida de partidos árabes seria o terceiro mais votado, com 12 deputados. Além disso, como aconteceu nas eleições anteriores, o ex-ministro da Defesa Avigdor Lieberman pode ser o nome chave nas próximas semanas, pois seu partido, Israel Beiteinu, conquistou nove cadeiras.

Em Israel, o presidente recebe os deputados e estes recomendam um chefe de Governo. Os partidos árabes já afirmaram que não aceitam o nome de Netanyahu, mas não deixaram claro se apoiarão Gantz.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade