Publicidade

Correio Braziliense

Termina audiência sobre caso Netanyahu em Israel

Netanyahu é suspeito de abuso de confiança, corrupção e malversação em três casos diferentes, acusações que qualifica de ''caça às bruxas''


postado em 07/10/2019 20:45

(foto: AFP / Menahem KAHANA)
(foto: AFP / Menahem KAHANA)
A audiência sobre o suposto caso de "corrupção" envolvendo o premier de Israel, Benjamin Netanyahu, foi concluída na noite desta segunda-feira, após quatro dias de depoimentos, anunciou um dos seus advogados.

 

"A audiência terminou esta noite", declarou Yossi Ashkenazy à imprensa.

 

Os advogados do premier prestaram esclarecimentos durante quatro dias no ministério da Justiça, e os depoimentos permitirão ao procurador-geral, Avichai Mandelblit, decidir se denuncia ou não o primeiro-ministro.

 

Netanyahu é suspeito de abuso de confiança, corrupção e malversação em três casos diferentes, acusações que qualifica de "caça às bruxas". 

 

"Apresentamos todos os nossos argumentos,  que devem - logicamente - confirmar que todos os atos do indiciamento devem ser anulados", destacou Ashkenazy.

 

O procurador Mandelblit decidirá se denuncia ou não o primeiro-ministro por corrupção, fraude e abuso de confiança envolvendo vários casos, incluindo o suposto recebimento de cerca de 185 mil euros entregues a Netanyahu por diversas personalidades, entre as quais o produtor Arnon Milchan e o magnata australiano James Packer, em troca de favores financeiros ou pessoais.

 

O premier afirma que apenas aceitou alguns presentes de amigos, sem ter solicitado qualquer coisa.

 

Netanyahu corre o risco de ser denunciado por corrupção, fraude e abuso de confiança. 

 

O premier, que luta por sua sobrevivência política, afirma que não renunciará se for denunciado.  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade