Publicidade

Correio Braziliense

População amarra e arrasta pelas ruas prefeito que não cumpriu promessas

Caso ocorreu em Las Margaritas, no México. Eleitores reclamam que o mandatário não fez nada do que prometeu durante a campanha eleitoral


postado em 10/10/2019 15:52 / atualizado em 10/10/2019 15:56

(foto: Reprodução/Twitter/Câmera de segurança)
(foto: Reprodução/Twitter/Câmera de segurança)
Um prefeito no México foi alvo de um protesto violento de habitantes da cidade que administra. Jorge Luis Escandón Hernández foi amarrado à traseira de um carro e arrastado pelas ruas da vila de Santa Rita, na cidade de Las Margaritas, que fica no sudeste do país, no estado de Chiapas, a mais de 1.000 km da capital. O caso ocorreu na noite da última terça-feira (8/10). 



A causa da barbaridade foi a revolta popular contra o não cumprimento das promessas que Hernández fez durante a campanha eleitoral, como o recapeamento asfáltico de uma rua importante da cidade.

Pior: não foi a primeira vez. Em uma ocasião anterior, manifestantes invadiram o gabinete dele, mas não o encontraram no local de trabalho. 

Entre as promessas ainda não cumpridas, também consta o fornecimento regular de eletricidade e água potável para a comunidade.

Um tempo depois de ser arrastado, a  polícia conseguiu libertar o prefeito, que não teve ferimentos graves e ainda teve coragem pra ir a uma praça da cidade fazer um discurso e dizer que não está com medo das ameaças. 

Segundo o Ministério Público de Chiapas, 11 pessoas foram presas. Hernandez disse que vê a tentativa como seqüestro e tentativa de assassinato e vai apresentar queixa.

Prefeitos e políticos locais no México são rotineiramente alvos de quadrilhas de traficantes quando se recusam a cooperar ou aceitar subornos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade