Publicidade

Correio Braziliense

Premier chama de "infames" atos racistas contra jogadores na Bulgária

"O racismo e a discriminação devem desaparecer do futebol de uma vez por todas", completou Johnson


postado em 15/10/2019 11:10

Primeiro-ministro britânico, Boris Johnson.(foto: Jessica Taylor/AFP)
Primeiro-ministro britânico, Boris Johnson. (foto: Jessica Taylor/AFP)
O governo do primeiro-ministro britânico Boris Johnson classificou de "infames" os gritos racistas proferidos na segunda-feira (14) por torcedores búlgaros contra os jogadores negros durante a partida em que a Inglaterra goleou a Bulgária por 6-0 na segunda-feira pelas eliminatórias da Eurocopa-2020.

 

"Esta mancha no futebol não está sendo tratada adequadamente", disse um porta-voz de Johnson. 

 

"O racismo e a discriminação devem desaparecer do futebol de uma vez por todas", completou, antes de afirmar que o governo solicitará à Uefa que adote "duras sanções". 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade