Publicidade

Correio Braziliense

Toque de recolher no Chile afeta voos. Latam cancela todos até segunda

Oito pessoas morreram em protestos no país


postado em 20/10/2019 22:34 / atualizado em 20/10/2019 22:59

(foto: Twitter/ reprodução)
(foto: Twitter/ reprodução)
Os protestos que estão acontecendo no Chile afetaram os voos com destino ou saída do aeroporto internacional de Santiago. A Latam cancelou todos os voos com origem no aeroporto que sairiam entre às 19h deste domingo (20/10) e 10h desta segunda-feira (21/10). As exceções são os voos LA530, LA704 e LA2364. A Sky Airlines também cancelou os seus voos. 

 

A medida foi tomada devido ao toque de recolher estabelecido pelo presidente Sebastián Piñera. A Latam, em nota, recomendou que o cliente que tenha tido o voo cancelado que não se dirija ao aeroporto. “A LATAM lamenta a situação pela qual estão passando seus passageiros e reforça que está fazendo o máximo esforço para minimizar os impactos em sua operação e oferecer soluções de viagem e flexibilidade”, esclareceu. 

 

A empresa informou ainda que os passageiros com voos marcados entre  20 e 22 de outubro podem alterar suas passagens sem multa, até 20 dias após a data original do voo. 

 

A Sky também recomendou assegurou que remarcará todos os voos sem custo para os clientes. "Entendemos a situação complicada de alguns passageiros e vamos ajudá-los a todos. Por favor, não se aproxime do aeroporto se o seu voo não estiver confirmado", recomendou. 

 

A Gol informou que não teve cancelamentos, mas que alguns voos podem sofrer alterações nos horários de embarque e desembarque.

 

Devido ao toque de recolher, passageiros que irão viajar a noite precisam apresentar seu cartão de embarque como salvo-conduto às autoridades. Os que  chegarem no país nesse horário também receberão um salvo-conduto para sua saída do terminal e para buscar alguém no aeroporto é preciso pegar um salvo-conduto em uma delegacia.

 

De acordo com o jornal chileno La tercera,  o aeroporto de Santiago viveu dia de caos, com um grande número de pessoas esperando no terminal sem terem respostas sobre atrasos e cancelamentos. Na parte da manhã já tinham 95 cancelamentos e 20 reprogramações. 

 

Nas redes sociais, várias pessoas se manifestaram sobre a situação

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade