Publicidade

Correio Braziliense

Casal indiano de castas diferentes é apedrejado até a morte

Esses fatos, que geralmente ocorrem em áreas rurais conservadoras, são conhecidos como ''crimes de honra'' e costumam ser cometidos por parentes, em nome das tradições


postado em 07/11/2019 11:10 / atualizado em 07/11/2019 12:09

Os jovens noivos, casaram-se há três anos contra a vontade de suas famílias(foto: Arun Sankar/ AFP)
Os jovens noivos, casaram-se há três anos contra a vontade de suas famílias (foto: Arun Sankar/ AFP)
Um jovem casal foi apedrejado na quarta-feira (6/11) no sul da Índia por parentes da mulher, que se opunha ao casamento com um homem de uma casta considerada inferior, anunciado a polícia local nesta quinta (7/11).

Esses fatos, que geralmente ocorrem em áreas rurais conservadoras, são conhecidos como "crimes de honra" e costumam ser cometidos por parentes, em nome das tradições.

Os jovens noivos, do estado de Karnataka (sul), casaram-se há três anos contra a vontade de suas famílias.

A jovem pertence a uma casta elevada, enquanto o marido pertencia à comunidade dalit (anteriormente conhecida como "intocável"), e considerada a mais baixa da escala social no rígido sistema de castas indiano.

O casal fugiu de sua cidade natal e se estabeleceu em outra localidade, onde tiveram dois filhos.

No mês passado, eles voltaram à cidade para encontrar seus parentes, relatou a polícia.


"Três dos principais réus foram identificados, incluindo o irmão e o tio da mulher", acrescentou.

Segundo as estatísticas das Nações Unidas, dos cerca de 5 mil "crimes de honra" que ocorrem todos os anos em todo mundo, quase 1 mil são na Índia.

Em 2011, o Supremo Tribunal da Índia estipulou que os culpados de "crimes de honra" devem ser condenados à morte.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade